Categoria: Filosofia

O paradoxo do Iluminismo

Por Asad Haider, via Viewpoint Magazine, traduzido por Matheus Muniz Weiss e Reginaldo Gomes[1] Um curioso sintoma da resistência à teoria na esquerda anglo-americana é a fixação para com o Iluminismo. O impressionante paradoxo dessa fixação é a apropriação anti-intelectual de uma tendência da filosofia europeia, que é atribuída com a introdução dos padrões, agora

Leia mais »

Formas sociais e Materialismo aleatório

Por Pedro Henrique Juliano Nardelli. As formas sociais são abstrações relacionais estabelecidas factualmente em processos históricos e materiais. No modo de produção capitalista, existem formas sociais universais que guiam e restringem a sociabilidade. Existem determinações sociais, mas não determinismo social. Não é possível prever deterministicamente o futuro pois todas as relações e práticas sociais –

Leia mais »

É preciso honrar o legado de Paulo Freire sendo rigorosamente crítico com a sua obra

Por Vinícius Puccinelli, doutorando pelo Programa de Pós-graduação em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina. Certa vez, em um artigo para a Revista do Brasil, Graciliano Ramos escreve, analisando criticamente a obra de Machado de Assis: “Nas homenagens que hoje tributam a Machado de Assis há com certeza, junto à admiração dos que o

Leia mais »

Einstein contra o relativismo

Por Gabriel Landi Fazzio Na contramão do senso comum relativista de nossos tempos, Einstein foi um defensor ferrenho da verdade e da totalidade.      “Tudo é relativo”. O relativismo absoluto desse afirmação anda lado a lado com o multiculturalismo cínico dominante em nossos tempos – ditos líquidos ou pós-modernos por aqueles que tentam negar a manutenção sólida das contradições da modernidade entre nós. Não é

Leia mais »

O que é oportunismo? (Notas linguísticas)

Por Gabriel Landi Fazzio “Mas Monitor representa apenas uma das variedades do oportunismo: aberta, grosseira, cínica. As outras atuam dissimuladamente, sutilmente, ‘honestamente’. Engels disse uma vez: os oportunistas ‘honestos’ são os mais perigosos para a classe operária…” (Lênin, em O oportunismo e a falência da II Internacional, citando Engels, Para a crítica do projeto de

Leia mais »

Breves reflexões sobre a tomada do poder nazifascista e suas representações

Por Eros Viana de Lima Penha O objetivo deste artigo é explorar de forma concisa, sem grandes pretensões, alguns dos elementos sociais, políticos e econômicos que tornaram concretas as possibilidades da ascensão nazista na Alemanha em específico, o nazifascismo em geral, levando em conta, principalmente, alguns dos elementos preteridos por uma tradição historiográfica (Sobretudo da

Leia mais »

O Direito é um instrumento de resolução de conflitos sociais ou de dominação de classe? Uma análise de Karl Marx acerca do fenômeno jurídico

Por Caique de Oliveira Sobreira Cruz [2]. Orientado por Prof. Me. Georgeocohama Duclerc Almeida Archanjo [3]. O presente trabalho visa compreender o Direito enquanto uma das “formas” resultantes e engendradas por um]a sociedade capitalista que é dividida, fraturada, centralmente em duas principais classes diametralmente opostas, organizando-se para a produção e reprodução da sua vida material

Leia mais »