Categoria: Crítica

Neofascismo e decadência: o planeta burguês à deriva

Por Jorge Beinstein, via marxists.org, traduzido por Ângelo Novo Conceitos turvos Decadência e neofascismo são dois conceitos de difícil definição, embora essenciais para compreender a realidade atual. Pelas suas presenças avassaladoras e suas fronteiras indefinidas, às vezes eles se tornam “invisíveis aos olhos” (como ensinou Saint-Exupéry). Onde é que termina o autoritarismo burguês e começa

Leia mais »

Os dez anos de O Estado e a revolução de Lenin

Por Evgeni Pachukanis, via Editora Sundermann, traduzidor por Lucas Simone Originalmente publicado como: “Desiatilietie Gosudarstva i revoliutsii Lenina. Revoliutsiia Prava, nº 4, 1927.” Tradução original para o portugês disponível em: PACHUKANIS, Evgeny. A teoria geral do direito e o marxismo e ensaios escolhidos (1921 – 1929). Coordenação Marcus Orione, Tradução Lucas Simone. São Paulo: Sundermann,

Leia mais »

Por que os social-democratas devem declarar uma guerra firme e implacável aos socialistas-revolucionários?

Por Vladímir Ilitch Lênin, via marxists.org, traduzido por Angelo Ardonde Escrito entre junho e julho de 1902. Publicado pela primeira vez em 1923 na revista “Prozhekior”, nº 14. 1) Porque essa corrente em nosso pensamento social que atende pelo nome de “socialista-revolucionária”, na verdade, está se afastando, e certamente se afastou, da única teoria internacional

Leia mais »

Entrevista com Louis Althusser: “Ditadura do proletariado e stalinismo não são, de modo algum, sinônimos”

Por Louis Althusser, via El País, traduzido por Thales Fonseca. O filósofo francês Louis Althusser fala ao EL PAÍS, em entrevista conduzida por Alfons Quinta. Este artigo apareceu na edição impressa de sábado, 10 de julho de 1976. Nós começamos por solicitar do filósofo que nos expusesse sua opinião sobre a situação atual do que se

Leia mais »

Gramsci, herdeiro de Lenin: o problema da relação entre teoria e paixão

Por Eduardo Granja Coutinho* E o incêndio revolucionário se propaga, incendeia novos corações e cérebros, transformando-os em tochas ardentes de nova luz, de novas chamas. [antonio gramsci]  Sabe-se que a Revolução Russa marcou profundamente a prática e a teoria  revolucionária nos anos que se seguiram à Primeira Guerra Mundial. Ao  mesmo tempo em que galvanizou a paixão insurgente das

Leia mais »

A dissolução do Império: David Harvey, John Smith, e o Migrante

Por Adam Mayer, via Review of African Political Economy, traduzido por Gabriel Oliveira. Entre janeiro e início de fevereiro de 2018 nós testemunhamos no site da Review of African Political Economy um debate entre David Harvey (ilustre professor de antropologia, história e geografia no centro de graduação da City University of New York, pai de

Leia mais »